Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2014

Novo

Imagem
De fato um ano que parou em minha linha, mas jamais acreditarei que qualquer coisa que tenha acontecido tenha sido em vão. Eu sei, amigos. O feed de notícias de vocês está calejado de mensagens, por isso mesmo aqui vai a minha inesperada e trágica contribuição para os votos, já que uma a mais ou a menos não fará diferença.

O ano de 2014, pra mim, começou ainda no final de 2013, especificamente no natal, quando subitamente entendi que não viria coisa boa por aí. E óbvio, eu estava certo. Ando muito longe de pressentir coisas, mas a vida manda pistas meio óbvias ás vezes, minha sorte é percebê-las e decifrá-las, embora jamais encontre solução.

E logo se deu início uma longa jornada. Um grande desnível no início, uma longa caminhada até o meio, uma escalada ao pico de emoções e um desmoronamento básico até o chão plano e verde da realidade. Desde então, uma estranha calmaria e uma paz indecifrável avisam: estamos no fim.

Alguns amigos - com razão, diga-se - me questionam o por quê de eu …

Um sorriso

Imagem
Em teu sorriso
vi que a ternura tem forma,
que a graça é um sopro,
o zelo dura alguns motivos
e que às vezes,
nesse hábito vivo,
o medo já não perece
mas passa a desenhar sentidos.


                                          (Halifas Quaresma)