Ao Amanhecer



















Eu hoje acordei com olhos de perdão.
Armas abaixadas, escudos encostados, posição curva.
A poeira entre os dedos vem de súplicas e medos.
Quase sempre nessa ordem.
Hoje eu acordei com o gosto da noite em minha boca
E uma leve sensação de ingratidão.
Sabe-se lá quem dormiu comigo.
Se foi a sombra de um Sim,
Ou o vulto de um Não...
                                     

                                        Halifas Quaresma

Comentários

  1. Parabens pelo blog...
    estou seguindo!
    Obrigada por ter comentado no meu.
    beijos
    geane

    ResponderExcluir
  2. Eu que agradeço sua visita Geane. Gostei muit do seu blog e espero te ver por aqui.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Consentir

Chama

Um sorriso