Voz















Se eu não cantar por hoje não se desespere.
Ás vezes minhas cordas vocais se acham no direito de calar o que o peito sente.
É que depois de dias inteiros de gritos
O sal das horas começa a corroer a voz.
Mais isso nunca foi motivo para aflição.
Ainda posso falar com os dedos...

                                              (Halifas Quaresma)

Comentários

  1. A musica é realmente uma forma de expressar a alma..
    Parabéns pelas belas poesias parceiro ;D

    ResponderExcluir
  2. E quando a voz cessa, as mãos emprestam-na o oficio de cantar em vozes mudas o sentir que vive sempre alma adentro...abraços mil poeta Halifas...unidos na escrita! fk c Deus!!

    ResponderExcluir
  3. ainda restam-me os dedos...
    LINDO LINDO LINDO!
    parabéns...eu adorei!

    beiijo
    *.*

    ResponderExcluir
  4. Eu amo este teu escrito *.*

    Ficou lindo o novo layout do seu blog, com essa menina a balançar.

    Grande Beijo!

    ResponderExcluir
  5. Brilhante, mas confesso que queria dizer o memso que a Grafite disse: lindo, lindo e lindo...

    Ternura sempre!

    Ah estarei usando esse seu poema no Lenitivo. Se não se importar e se quiser pode seguir o voo da esperança...

    ResponderExcluir
  6. Valeu Roberto....a música tem dessa coisa de falar por nós ás vezes.

    Camiiila! Que saudade de conversar com você minha linda. E é mesmo um tipo de linguagem nova aquilo que conseguimos com os dedos, as mãos...com o teque, seja ele no silencio da pele ou nos acordes de um violão. Beijão minha linda.

    Era, muito obrigado pela visita.

    Ana minha linda. Que bom que gostou, agradeço mesmo. Sabe que adoro ver um comentário seu por aqui, me sinto mesmo honrado. Adoro tudo que você escreve. Beijos Flor...

    Gaby(minha menina do sosrriso escondidoooo...^^), eu também adoro teu jeito de escrever, as coisas que conta com uma doçura linda.E que bom que gostou do blog, agora repaginado.
    Mil beijos...

    Razek, gostei muito dos teus dois blogs cara. Principalmente do grito da juventude.
    Abraços, e pode usar o poema sim cara...

    Obrigado mesmo, a todos.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Chama