4 de dez de 2011

Repete-se

















A lembrança espalha-se por um terreno comum.
Possui uma via de fácil acesso a todos os labirintos.
Tudo que se vai
Cicatriza seu caminho.
E ela vai cuidando de sangrar as feridas
Só pra te fazer achar as curas
Que nascem aos gritos,
Do ventre de tuas escolhas.

(Halifas Quaresma)

3 comentários:

  1. Maravilha esse trecho,

    Creio que pra algumas feridas: somente o tempo.

    Nada de curativos, loção, ou antibióticos, e sim, repito, o tempo.


    Tempo pra amadurecer, pra entender, e aí sim, cicatrizar,




    *Obrigada pelo carinho!


    Um beijo enorme!

    ResponderExcluir
  2. Belíssimo!!!

    As lembranças são poderosas!

    beijos
    :)

    ResponderExcluir
  3. Oi Halifas,

    Espetáculo isso!!
    Gostei demais. Parabéns.

    Beijo meu

    ResponderExcluir