7 de jul de 2013

Vem e Varre











 
Foto: Joe Taruga
 

Então passa
e arrasta o que sobra
dessa poeira mordaz.

A solidão que me suja,
me afoga e me mata,
nesse abandono nocivo.

Faz do teu perfume esse sopro
E nessa inocência,
dissipa de mim  esse mal.


(Halifas Quaresma)

Nenhum comentário:

Postar um comentário